5 de nov de 2010

Honestly ;

Andei pensando, refletindo sobre as coisas. Fiz um monte de burradas, mas o melhor é não ter tentado consertá-las. Como será possível ser "honestly liar"? Escrevo em inglês, porque em outra língua não parece ser tão impactante como seria se estivesse escrito em português. Imagina se você lesse, "como será possível ser honestamente mentirosa?", com certeza ficaria temeroso quanto à minha índole. Bem, não se preocupe, apesar dos pesares sou, ou tento, ser uma pessoa no mínimo confiável com os segredos dos outros. Não consigo manter os meus próprios calados... Eles tentam sair, e saem atropelando a língua e todo mundo que vier se meter na frente. Alguns desses segredos nem chegam a ser verdades... Esquecem de acontecer. Ficam lá pairando na minha mente, esperando pelo primeiro impulso de saírem. Isso sempre aconteceu. Minha vida inteira. Ah, essa impulsividade... Já me meteu em muitas enrascadas. Mas aprendi a lidar com isso. Percebi o quanto era errado querer mudar algo que me ajudava a aprender, afinal, se não fosse por impulso, não teria errado tanto. Não teria aprendido nada.

Lyah.

Nenhum comentário:

Postar um comentário