19 de jun de 2010

Heartache;

Passei tempo demais afastada. Tentando assim talvez por minha cabeça no lugar, ou pensar com mais coerência. Ou talvez fosse só a falta de criatividade que tenha me mantido longe daqui ou de qualquer outro modo de escrita. Mais foi a partir daí que alguns problemas menores cresceram e caíram sobre mim. Problemas que eu nem pensava em resolver por agora, mas que virou um empecilho durante meus tempos livres. Parece que é só eu não ter mais o que fazer, e alguns conflitos aparecem, me deixando totalmente preocupada (leia-se noiada, rs). Sinceramente eu preferia que as coisas retomassem do seu ponto de partida. Não seria tão confuso e previsível... Somos criaturas tão teimosas que se não fosse trágico neste contexto, certamente seria cômico. E os problemas sentimentais seriam menores. Aliás, quem foi o esperto que disse que essa loucura enfatizada, essa necessidade e dependência se chama amor? Devia ser caso clinico. "Ah, ela morreu de que? Morreu de amor!" Tudo bem que levando pra outro ponto de vista, a hipérbole usada cairia muito bem ultimamente. Se existe remédio para dores de cabeça, dores no corpo e tudo isso, deviam inventar remédio para dores de coração. Ou talvez eu só esteja exagerando as coisas, hm. Meu coração não está doendo assim. Ele já deve estar totalmente perdido a essa altura do campeonato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário